> Minerais / Óxido de Magnésio

Banner interna

Localização

O óxido de magnésio é um produto 100% natural, obtido através da calcinação controlada do minério de magnesita (carbonato de magnésio).

A produção de óxido de magnésio está concentrada no município de Brumado, sudoeste da Bahia, a 660 km de Salvador. Os principais depósitos de óxido de magnésio estão localizados na Serra das Éguas, região com altitudes de mais de 1.000 metros, extensão de aproximadamente 18 km, 10 km de largura, e uma área total de 142 km2.

Conhecido comercialmente pelo nome de Q-MAG®, o produto apresenta elevada pureza química, alta concentração de MgO e alta reatividade.

Aplicações do Produto

Fertlizantes

O magnésio é um elemento essencial para o desenvolvimento de qualquer cultivo, influenciando diretamente sua produtividade. É um dos macronutrientes mais exigidos no metabolismo vegetal, chegando a representar até 3% da matéria seca.

Como elemento central da molécula de clorofila, o magnésio está diretamente ligado à produção de energia, tornando todas as demais funções metabólicas dependentes de sua atuação.

Tão importante quanto o conhecimento das principais funções metabólicas é o conhecimento da necessidade de equilíbrio dos níveis de magnésio com os níveis de calcário e potássio no solo.

Embora estudos recentes indiquem, para algumas culturas, boa tolerância e desequilíbrios nas relações de Ca, Mg e K (desde que todos estejam disponíveis em teores adequados), uma relação de Ca : Mg equilibrada é importante para a produção, nas raízes, de ácidos orgânicos diretamente envolvidos na complexação de alumínio e na redução da toxidez deste elemento. Os calcários raramente apresentam uma proporção ideal entre Ca e Mg, o que faz com que novas calagens frequentemente agravem os desequilíbrios.

- Quando usar

É indicado quando houver a demanda por magnésio no solo. Além disso, por apresentar mobilidade bem superior à do calcário no perfil do solo, recomenda-se a aplicação do produto para reposição de magnésio em sistemas de plantio direto, associado ou não ao gesso agrícola ou outros produtos que aportem cálcio, enxofre e outros elementos.

Quando aplicado em dosagens econômicas, suficientes à reposição do magnésio exportado pelas culturas, seu efeito sobre o pH é mínimo, o que evita efeitos indesejáveis como indisponibilidade de outros nutrientes, e dispersão de argila (alteração da sua estrutura do solo, com deslocamento de argila nas camadas superficiais (muito comum após dosagens excessivas de calcário).

Em todos os casos, a linha Q-MAG® mostra-se como a alternativa ideal por apresentar os maiores teores de magnésio em sua composição (94% de MgO), elevada pureza (garantida por rigoroso controle de qualidade), alta reatividade e grande residualidade no solo.

- Como usar

A linha Q-MAG® pode ser utilizada no plantio através de aplicação em área total, no sulco ou misturada à terra de preenchimento de covas.

Pode ser aplicada isoladamente ou associada a outros produtos como o gesso agrícola e calcário calcítico, aportando isoladamente o Mg para a composição de misturas que atendem as necessidades locais.

Devido à sua alta concentração – 95% de MgO – e reatividade, as dosagens médias recomendadas são extremamente reduzidas (40 a 200kg*). Isso torna a aplicação do produto extremamente econômica, gerando uma relação custo/resultado imbatível.

* Consulte sempre um agrônomo para recomendação da dosagem adequada.

Abrasivos

Líder de mercado nas vendas de óxido de magnésio para o segmento de abrasivos magnesianos, a Magnesita apresenta em seu portfólio de produtos da linha Q-MAG® óxidos desenvolvidos especificamente para esta aplicação. Granulometria, reatividade e densidade aparente são os fatores-chave para obtenção de produto final diferenciado, que só pode ser obtido através de um processo de calcinação homogênea.

Nutrição Animal

O Q-MAG 65FR é largamente utilizado como nutriente mineral para balanceamento de magnésio, para as seguintes criações:

• Gado leiteiro;
• Gado de corte;
• Aves;
• Suínos.

O magnésio é um elemento essencial na nutrição animal. Facilita a digestão de celulose e o metabolismo de carboidratos, promove o transporte de fósforo e proteínas, favorece as reações enzimáticas e melhora o apetite. Está associado ainda a uma formação mais forte dos ossos, à saúde cardiovascular e à função adequada das células dos nervos.

O magnésio evita a hipomagnesemia (redução de apetite), ou a tetania de pastagens onde a disponibilidade de magnésio é reduzida pelas condições de fertilização. Promove o aumento do teor de gordura no leite, o aumento da produção e espessura das cascas dos ovos, este último associado a um aumento na excreção de cálcio.

Indústria Química

A linha Q-MAG® da Magnesita conta com uma ampla diversidade de óxidos de magnésio, com diversos teores de pureza e reatividade.